A FÁBRICA

Julho 04 2008

O ex-presidente da República Mário Soares afirmou-se “contra organizações terroristas” e classificou as FARC como “uma organização terrorista” condenando a sua actuação. À classificação de terrorista Mário Soares sublinhou que “há anos correm rumores e notícias na imprensa internacional sobre as ligações das FARC ao tráfico de cocaína”. E concluiu: “Não posso ter qualquer tipo de simpatia por essas duas actividades.”
Tem razão Mário Soares. (LINK)

As FARC-EP são, na realidade, uma organização terrorista e não uma organização revolucionária, para além de serem uma organização anacrónica, que levou muito recentemente o presidente venezuelano, Hugo Chávez, a apelar para que as FARC, libertassem todos os sequestrados em seu poder e desistissem da luta armada, por não haver lugar para eles na América do Sul.
As principais fontes de financiamento das FARC-EP são o tráfico de droga, os sequestros e as extorsões.
Segundo a Human Rights Watch os combatentes das FARC-EP são na sua esmagadora maioria crianças entre os 12 e os 18 anos. As crianças que tentarem escapar das suas fileiras, são punidas com tortura e a pena de morte.
Além de tudo o que já foi dito, é obrigatório acrescentar que as FARC-EP são sucessivamente acusadas pela Amnistia Internacional, como uma das organizações que mais viola os Direitos Humanos. (LINK)
Por último, mas não menos importante e nunca é de mais repetir, as FARC-EP são consideradas pela União Europeia, como uma organização terrorista e é, em conformidade com este estatuto que devem ser tratadas.
publicado por armando ésse às 09:30

Julho 04 2008

O ex-presidente da República Mário Soares afirmou-se “contra organizações terroristas” e classificou as FARC como “uma organização terrorista” condenando a sua actuação. À classificação de terrorista Mário Soares sublinhou que “há anos correm rumores e notícias na imprensa internacional sobre as ligações das FARC ao tráfico de cocaína”. E concluiu: “Não posso ter qualquer tipo de simpatia por essas duas actividades.”
Tem razão Mário Soares. (LINK)

As FARC-EP são, na realidade, uma organização terrorista e não uma organização revolucionária, para além de serem uma organização anacrónica, que levou muito recentemente o presidente venezuelano, Hugo Chávez, a apelar para que as FARC, libertassem todos os sequestrados em seu poder e desistissem da luta armada, por não haver lugar para eles na América do Sul.
As principais fontes de financiamento das FARC-EP são o tráfico de droga, os sequestros e as extorsões.
Segundo a Human Rights Watch os combatentes das FARC-EP são na sua esmagadora maioria crianças entre os 12 e os 18 anos. As crianças que tentarem escapar das suas fileiras, são punidas com tortura e a pena de morte.
Além de tudo o que já foi dito, é obrigatório acrescentar que as FARC-EP são sucessivamente acusadas pela Amnistia Internacional, como uma das organizações que mais viola os Direitos Humanos. (LINK)
Por último, mas não menos importante e nunca é de mais repetir, as FARC-EP são consideradas pela União Europeia, como uma organização terrorista e é, em conformidade com este estatuto que devem ser tratadas.
publicado por armando ésse às 09:30

mais sobre mim
Junho 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO