A FÁBRICA

Junho 08 2008

A Selecção Nacional começou bem o Euro-2008, com uma vitória convincente sobre a Turquia, por dois golos a zero, mas outros ficaram por marcar, depois de Nuno Gomes, por duas vezes, e Cristiano Ronaldo terem visto o poste devolver-lhes os respectivos remates.
A equipa portuguesa entrou bem, a mandar no jogo, mas algo presa de movimentos, com Cristiano Ronaldo muito vigiado. Só a partir do quarto de hora carregou no acelerador e passou a surgir com mais perigo na área turca. Aos 16 minutos, Portugal marcou, mas o golo não valeu, porque Pepe estava em posição irregular. Aos 27 m, Simão quase chegava ao golo, na transformação de um livre, mas a bola rasou a barra da baliza turca. A pressão lusa aumentava, Cristiano Ronaldo conseguia libertar-se da teia montada pelos turcos e, aos 29 m, ultrapassou vários adversários e levou perigo à baliza de Demirel.
Aos 36 minutos, o golo só não aconteceu porque o poste travou forte remate de Cristiano Ronaldo, após livre a castigar falta sobre João Moutinho. Portugal já justificava o golo. Os minutos finais da primeira parte foram de grande pressão da equipa portuguesa, ganhando cantos sucessivos, mas o golo teimou em não surgir.
Portugal entrou para segunda metade disposto a resolver o jogo e, aos 50 minutos, Nuno Gomes levou a bola ao poste. Portugal dominava, criava oportunidades, mas faltava o golo, que surgiria aos 60 m, Pepe ganha a bola, tabela com Nuno Gomes e remata com êxito. Finalmente, fazia-se justiça no jogo. Volvidos quatro minutos, o 2-0 só não surgiu porque, mais uma vez, o cabeceamento de Nuno Gomes esbarrou na trave.
Em desvantagem, os turcos assumiam agora algum protagonismo no jogo, apostados em chegar ao tento da igualdade. Scolari mandou entrar Nani para o lugar de Nuno Gomes, enquanto Cristiano Ronaldo assumia a função de ponta-de-lança. Mas era preciso segurar os turcos, para evitar surpresas. Com a entrada de Raul Meireles, para o lugar de Simão, Portugal recuperou a hegemonia no meio-campo.
Já em tempo de descontos, seria Raul Meireles a elevar a vantagem e a tranquilizar as hostes lusas. Arrancada de Cristiano Ronaldo pela esquerda, dá a bola para João Moutinho, este roda sobre um adversário e oferece o golo a Meireles.
Vitória justíssima da Selecção Nacional, mas escassa, face à superioridade evidenciada. Portugal, com dois golos marcados, assumiu a liderança do Grupo A, após a vitória da República Checa sobre a Suíça, por 1-0. Na próxima quarta-feira, Portugal defronta a República Checa.

Estádio de Genebra
Árbitro: Herbert Fandel (Alemanha)
PORTUGAL – Ricardo; Bosingwa, Pepe, Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira; Deco (Fernando Meira, 90 m), Petit e João Moutinho; Cristiano Ronaldo, Nuno Gomes (Nani, 68 m) e Simão (Raul Meireles, 82 m).
TURQUIA – Demirel; Altintop (Senturk, 75 m), Gokhan Zan (Emre Asik, 55 m), Servet Çetin e Hakan Balt; Kazin, Aurélio e Emre; Erdinnç (Sabri, 46 m), Nihat e Tuncay.
Ao intervalo: 0-0
Golos: Pepe (60 m); Raul Meireles (90 m)
Resultado final: 2-0
Cartão amarelo a Kazin, Gokhan Zan e Sabri.

A selecção de Portugal, convenceu por inteiro a imprensa estrangeira, que não poupa elogios ao triunfo da turma das quinas no jogo de estreia no Grupo A do Euro’2008, em Genebra, Suíça.
As agências noticiosas France Press (França) e EFE (Espanha) deram o "pontapé-de-saída" nos comentários positivos à prestação de Portugal, com os franceses a titularem que "Portugal justificou o favoritismo" e os espanhóis a sublinharem: "Portugal esperava Ronaldo e apareceu Pepe".
O jornal desportivo madrileno "AS" refere no título que "Pepe e Meireles deram uma vitória justíssima a Portugal" e embeleza a página com uma artística fotografia do voluptuoso busto de uma morena adepta nacional, vestida com a bandeira de Portugal.
O site do "France Football" também dá nota da superioridade da formação lusa, com o comentário "Portugal entra na dança com vitória merecida sobre uma Turquia pouco motivada", enquanto o "L’Équipe", igualmente francês, aposta no título: "Portugal já está no topo".
Em Itália, os mesmos títulos elogiosos para a turma das quinas. "Portugal belo e esbanjador", diz a "Gazzetta dello Sport", que acrescenta: "Três madeiradas dos homens de Scolari, duas de Nuno Gomes", numa referência ao antigo jogador da Fiorentina.
Quanto à inglesa BBC, o site não poupa palavras para admitir a justeza do triunfo de Portugal, titulando: “Portugal abre campanha em grande estilo”. (Fontes A Bola, O Jogo)
publicado por armando ésse às 08:33
Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Junho 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
13
14

15
16
17
18
21

22
23
24
26
27
28

29


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO