A FÁBRICA

Outubro 27 2005

Luiz Inácio Lula da Silva nasceu em 27 de Outubro de 1945 na cidade de Garanhuns, interior de Pernambuco. Casado com Marisa Letícia, desde 1974, tem cinco filhos. Lula, por sua vez, é o sétimo dos oito filhos de Aristides Inácio da Silva e Eurídice Ferreira de Mello.
Fez a instrução primária no Grupo Escolar Marcílio Dias. Aos 12 anos de idade, abandona a Escola e vai trabalhar numa tinturaria. Com 14 anos, começou a trabalhar nos Armazéns Gerais Columbia. Lula transferiu-se depois para a Fábrica de Parafusos Marte e obteve uma vaga no curso de torneiro mecânico do Senai—Serviço Nacional da Indústria.
O curso durou 3 anos e Lula tornou-se metalúrgico. A crise após o golpe militar de 1964 levou Lula a mudar de emprego, passando por várias fábricas, até ingressar nas Indústrias Villares, uma das principais metalúrgicas do país, localizada em São Bernardo do Campo.
Trabalhando na Villares, Lula começou a ter contacto com o movimento sindical, através de seu irmão José Ferreira da Silva, mais conhecido por Frei Chico. Em 1969, o Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo do Campo e Diadema fizeram eleições para escolher uma nova direcção e Lula foi eleito suplente. Nas eleições seguintes, em 1972, tornou-se primeiro-secretário. Em 1975, foi eleito presidente do sindicato com 92 por cento dos votos, passando a representar 100 mil trabalhadores .Lula deu então uma nova direcção ao movimento sindical brasileiro. Em1978, Lula foi reeleito presidente do sindicato e, após 10 anos sem greves operárias, ocorreram no país as primeiras paralisações.
Em Março de 1979, 170 mil metalúrgicos pararam São Paulo. A repressão policial ao movimento grevista e a quase inexistência de políticos que representassem os interesses dos trabalhadores no Congresso Nacional fez com que Lula pensasse pela primeira vez em criar um Partido dos Trabalhadores.
O Brasil atravessava, então, um processo de abertura política lenta e gradual comandada pelos militares ainda no poder. Em 10 de Fevereiro de 1980, Lula fundou o PT, juntamente com outros sindicalistas, intelectuais, políticos e representantes de movimentos sociais, como lideranças rurais e religiosas. Em 1980, nova greve dos metalúrgicos provocou a intervenção do Governo Federal no sindicato e a prisão de Lula e de outros dirigentes sindicais, com base na Lei de Segurança Nacional. Foram 31 dias de prisão.
Em 1982 o PT já estava implantado em quase todo o território nacional. Lula liderou a organização do partido e disputou naquele ano o Governo de São Paulo. Em Agosto de 1983, participou da fundação da CUT—Central Única dos Trabalhadores. Em 1984 participou, como uma das principais lideranças, da campanha das “Directas - Já” para a Presidência da República. Em 1986, foi eleito o deputado federal mais votado do país, para a Assembleia Constituinte.
O Partido dos Trabalhadores lançou Lula para disputar a Presidência da República do Brasil em 1989, após 29 anos sem eleições directas para o cargo. Perdeu as eleições, na segunda volta, por pequena diferença de votos, mas dois anos depois liderou uma mobilização nacional contra a corrupção que acabou na destituição do presidente Fernando Collor de Mello.
Em 1994 e 1998, Lula voltou a candidatar-se a presidente da República mas, foi derrotado por Fernando Henrique Cardoso.
Em 27 de Outubro de 2002, no dia do seu 57º aniversário, com quase 53 milhões de votos, Luiz Inácio Lula da Silva é, finalmente eleito Presidente da República Federativa do Brasil.
publicado por armando ésse às 15:22
Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Outubro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
15

16
18
22

23
29

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO