A FÁBRICA

Maio 24 2008

Vinte dias após o terramoto que provocou a morte de 78 mil pessoas, continuando 56 mil desaparecidas, o general Than Shwe, que lidera a Junta Militar que "governa" o país, fez o especial favor ao seu povo de autorizar a entrada de voluntários de Organizações Humanitárias internacionais para lhe prestar ajuda.
A fotografia e a notícia são do site da RTP.
O jornalista que a escreveu, deveria por exemplo e não é pedir muito, informar qual o país, que o General Than Shwe "governa", para os leitores ficarem informados, mesmo usando a linguagem jocosa do texto.
Eu penso, que ele pensa, que toda a gente sabe, qual o país governado pelo General Shwe, mas não é tão linear quanto isso, que os leitores saibam que ele está a falar do Myanmar.
Aliás, correctamente, até deveria informar que o dito General, governa o Myanmar, a antiga (e futura) Birmânia.
Mas acima de tudo e isto sem exemplo, o jornalista não deve confundir, uma catástrofe com outra, geograficamente distante, isto é, não deve confundir, o terramoto na China, com o ciclone na Birmânia.
A informação que merecemos, sem ponto de exclamação.
publicado por armando ésse às 01:29

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Maio 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

15
16

22



pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO