A FÁBRICA

Janeiro 24 2005


O 60º aniversário da libertação dos campos de concentração nazis durante a Segunda Guerra Mundial é assinalado hoje pela Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas.

Segundo o secretário-geral da ONU,Kofi Annan, a sessão pretende mostrar "o dever de memória que cada geração deve cumprir para evitar que um acontecimento como o Holocausto se repita no futuro.O mal que conduziu à morte de seis milhões de judeus e outros, nestes campos, ainda ameaça hoje cada um de nós"

A data oficial do fim do Holocausto é 27 de Janeiro, quando se assinala a libertação do campo de concentração de Auschwitz, em 1945.

Fonte Expresso.

publicado por armando ésse às 10:31

Janeiro 24 2005


O 60º aniversário da libertação dos campos de concentração nazis durante a Segunda Guerra Mundial é assinalado hoje pela Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas.

Segundo o secretário-geral da ONU,Kofi Annan, a sessão pretende mostrar "o dever de memória que cada geração deve cumprir para evitar que um acontecimento como o Holocausto se repita no futuro.O mal que conduziu à morte de seis milhões de judeus e outros, nestes campos, ainda ameaça hoje cada um de nós"

A data oficial do fim do Holocausto é 27 de Janeiro, quando se assinala a libertação do campo de concentração de Auschwitz, em 1945.

Fonte Expresso.

publicado por armando ésse às 10:31

Janeiro 24 2005


Winston Churchill morreu à 40 anos.



Winston Spencer Churchill, nasceu a 30 de Novembro de 1874, no palácio de Blenheim, residência da família Marlborough. Entrou para a Escola militar de Sandhurst e em 1894 com 19 anos de idade tornou-se cadete de cavalaria, servindo na Índia e Sudão como segundo-tenente.Repórter na África do Sul durante a Guerra dos Boers, é feito prisioneiro mas consegue evadir-se.Deputado conservador, entra na Câmara dos Comuns em 1900.

Ministro da Marinha em 1911, é sucessivamente ministro do Armamento de Guerra, das Colónias e das Finanças, abandonando o Governo em 1929.

Nos anos seguintes, a sua voz eleva-se frequentemente para denunciar a ameaça crescente do poderio hitleriano.

Novamente ministro da Marinha durante a II Guerra Mundial, é nomeado primeiro-ministro em 1940.Não toma apenas a direcção do seu Governo, mas também a pesada responsabilidade de impedir a queda do seu país e da Europa.Envia reforços para Malta,Gibraltar,Egipto,Grécia, enquanto luta vitoriosamente contra a ofensiva aérea alemã.

" A vitória a todo custo" foi o seu lema.Apoia De Gaulle, aproxima-se dos EUA e, depois da invasão da Rússia, estabelece com Roosevelt o plano de desembarque na Normandia em 1944.

Seguem-se as conferências de Ialta e Potsdam.A ele se deve a designação de "cortina de ferro", aplicada aos países do Leste, satélites da URSS.

Vencido nas eleições, dois meses depois de terminada a guerra, abandona o governo, escrevendo as suas Memórias, que saõ distinguidas com o Prémio Nobel da Literatura em 1953.

De 1951 a 1953 foi uma vez mais primeiro-ministro, com o regresso dos conservadores ao poder.

A partir de 1954 dedica-se exclusivamente à literatura, pintura, conferências. Morre em Londres no dia 24 de Janeiro de 1965.

Para saber mais sobre a vida e obra de Winston Churchill, saiu recentemente em Portugal a "Biografia de Winston Churchill" de Sir Martin Gilbert, da Bertrand Editora.

publicado por armando ésse às 10:30

Janeiro 24 2005


Winston Churchill morreu à 40 anos.



Winston Spencer Churchill, nasceu a 30 de Novembro de 1874, no palácio de Blenheim, residência da família Marlborough. Entrou para a Escola militar de Sandhurst e em 1894 com 19 anos de idade tornou-se cadete de cavalaria, servindo na Índia e Sudão como segundo-tenente.Repórter na África do Sul durante a Guerra dos Boers, é feito prisioneiro mas consegue evadir-se.Deputado conservador, entra na Câmara dos Comuns em 1900.

Ministro da Marinha em 1911, é sucessivamente ministro do Armamento de Guerra, das Colónias e das Finanças, abandonando o Governo em 1929.

Nos anos seguintes, a sua voz eleva-se frequentemente para denunciar a ameaça crescente do poderio hitleriano.

Novamente ministro da Marinha durante a II Guerra Mundial, é nomeado primeiro-ministro em 1940.Não toma apenas a direcção do seu Governo, mas também a pesada responsabilidade de impedir a queda do seu país e da Europa.Envia reforços para Malta,Gibraltar,Egipto,Grécia, enquanto luta vitoriosamente contra a ofensiva aérea alemã.

" A vitória a todo custo" foi o seu lema.Apoia De Gaulle, aproxima-se dos EUA e, depois da invasão da Rússia, estabelece com Roosevelt o plano de desembarque na Normandia em 1944.

Seguem-se as conferências de Ialta e Potsdam.A ele se deve a designação de "cortina de ferro", aplicada aos países do Leste, satélites da URSS.

Vencido nas eleições, dois meses depois de terminada a guerra, abandona o governo, escrevendo as suas Memórias, que saõ distinguidas com o Prémio Nobel da Literatura em 1953.

De 1951 a 1953 foi uma vez mais primeiro-ministro, com o regresso dos conservadores ao poder.

A partir de 1954 dedica-se exclusivamente à literatura, pintura, conferências. Morre em Londres no dia 24 de Janeiro de 1965.

Para saber mais sobre a vida e obra de Winston Churchill, saiu recentemente em Portugal a "Biografia de Winston Churchill" de Sir Martin Gilbert, da Bertrand Editora.

publicado por armando ésse às 10:30

mais sobre mim
Janeiro 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
14
15

16
17
18
22

23

30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO