A FÁBRICA

Fevereiro 12 2006

(clicar na fotografia para aumentar)
Mais de 6,5 milhões de brasileiros, cerca de 3,5 por cento da população total do país, vivem condições precárias em favelas, maioritariamente nas grandes cidades, revela um estudo divulgado hoje pelo jornal O Estado de São Paulo.
Metade da população das favelas, como são chamados os bairros pobres nos subúrbios das cidades brasileiras, está concentrada nos Estados de São Paulo (2,07 milhões) e Rio de Janeiro (1,38 milhões).
O estudo divulgado pelo jornal O Estado de São Paulo, com base em dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE), revela que a população que vive em favelas aumentou 39 por cento nas capitais dos estados, na última década.
As excepções são as capitais Vitória (Espírito Santo), Florianópolis (Santa Catarina) e Campo Grande (Mato Grosso do Sul), onde o número de pessoas que vivem em favelas diminuiu.
Brasília foi a capital que registou o maior aumento, cerca de 400 por cento, da população que reside em favelas, seguida por João Pessoa (Paraíba), com 265 por cento.
Em Belém, a capital do Estado do Pará, na região Norte do Brasil, cerca de 35 por cento do total da população, a maior proporção entre todas as capitais, vive em favelas.
"Em dez anos praticamente se duplicou o número de ocupações irregulares", disse o secretário municipal de Habitação de Belém, Paulo Queiroz, em declarações ao jornal.Eduardo Marques, professor da Universidade de São Paulo (USP), um dos especialistas ouvidos pelo diário, avançou que a pobreza é um dos principais factores responsáveis pelo aumento da população nas favelas.
Outro factor que contribuiu para o aumento do problema é a migração da população pobre do interior do país para as grandes cidades em busca de emprego.Actualmente, a população brasileira é de cerca de 185,6 milhões de habitantes, segundo dados do IBGE.
LUSA
publicado por armando ésse às 20:14

mais sobre mim
Fevereiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

16
17
18

19
22
23

26
28


pesquisar
 
blogs SAPO