A FÁBRICA

Janeiro 27 2006

Amantes da música erudita de todo o mundo, comemoram hoje o 250º aniversário de nascimento do compositor Wolfgang Amadeus Mozart. Ao longo dos seus intensos 35 anos de vida, Mozart escreveu mais de 600 obras musicais, a primeira aos cinco anos de idade, a última no leito de morte.
A Vida de Mozart em datas:
1756 - Johannes Chrysostomus Wolfgangus Theophilus Mozart - mudaria depois o seu quarto nome para Amadeus - nasce às 20horas do dia 27 de Janeiro de 1756, no número 9 da rua Getreidegasse, na cidade de Salzburgo, era o filho mais novo de Leopold Mozart. Era já o sétimo filho, mas até aí só Maria Ana, conhecida por Nannerl, tinha sobrevivido.
1761 - Mozart apresenta-se em público pela primeira vez, no dia 1º de Setembro de 1761, em Salzburgo, numa apresentação escolar. O pai, Leopold, compositor da corte austríaca, ensina os filhos a ler e escrever, além de os ensinar a tocar, cravo, órgão e violino. Mozart escreve sua primeira composição: um Minueto e trio para piano.
1762: Tournée de Mozart e Nannerl em Viena, durante vários meses. As crianças-prodígio apresentam-se diante da imperatriz Maria Theresia.
1763 - No Verão, Mozart acompanhado pelo pai, fazem uma grande viagem por diversos países, no meio da qual o jovem músico faz o seu primeiro concerto, em Augsburgo (Alemanha), cidade natal de Leopold Mozart. As suas primeiras composições são publicadas em Paris.
1768 -Após uma proposta do imperador Joseph II da Áustria, Mozart começa com a composição da Ópera “La Finta Semplice”, que se estreia em Maio de 1769 na sua cidade natal.
1769 - Aos 13 anos, é nomeado “Mestre de Concerto” da orquestra da corte de Salzburgo. Viagem à Itália. No Scala de Milão, o papa nomeia-o Cavaleiro da Ordem da Espora Dourada.
1770 - Mozart dá o seu primeiro concerto em Itália, em Verona. Em Milão, triunfa com sua ópera “Mitridate, re di Ponto” KV.87 (74ª), que foi posta em cena em Dezembro de 1770 sob a direcção do jovem Mozart, que tinha apenas 14 anos de idade.
1772–75: Passa a receber salário pelas suas funções na Corte. Nova tournée por Itália. Mozart escreve as suas primeiras sinfonias e o primeiro concerto para piano e orquestra.
1777–78: Visita Paris, onde a sua mãe morre.
1780 -Viaja para Munique para a representação de sua ópera “Idomeneo, re di Creta” (KV 366). No dia 12 de Março de 1781, é apresentada em Viena, onde faz amizade com os Weber, família de sua futura esposa, Constance.
1781 -Mozart deixa Salzburgo após romper com o seu mecenas da Corte arcebispal, instalando-se em Viena, onde trabalha como compositor de óperas, pianista e professor, tornando-se amigo de Joseph Haydn.
1782 -É aclamado em Viena com “O Rapto do Seralho” (KV 384).Nesse mesmo ano, sem o consentimento de seu pai, casa-se com Constance Weber.
1783: O primeiro filho do casal morre, com apenas dois meses de idade.
1784 -Mozart muda-se para perto da catedral de Viena, na Domgasse número 5, onde vive até 1787, e compõe algumas das suas obras mais conhecidas como “As Bodas de Fígaro” e “Don Giovanni”.
1785: Mozart inicia o seu catálogo de obras. Nascimento do segundo filho, Carl Thomas. Ingresso na Maçonaria.
1786 -Estreia em Viena “As Bodas de Fígaro”.
1787 -Mozart é nomeado por decreto Músico de Câmara da Corte austríaca, com um salário anual de 800 florins. Começa a endividar-se para pagar as suas despesas da sua vida social. Mozart viaja com a sua esposa para Praga para assistir à estreia de “Don Giovanni” (KV 527). Morte de seu pai, Leopold Mozart.
1790: Estréia de Così fan tutte e faz última grande viagem de concertos (pela Alemanha).
1791 - É recebido em Berlim por Frederico II da Prússia. Em Setembro, estreia em Praga “La Clemenza di Tito” (KV 621). Mozart é nomeado Suplente do Maestro de Capela da Catedral de São Estevão, em Viena.

A estreia da “A Flauta Mágica” acontece no dia 30 de Setembro de 1791, sob a direcção musical do próprio Mozart. Em Dezembro, Mozart, doente, trabalha na sua última obra, o Requiem (KV 626), que não foi concluída.
Morre aos 35 anos, no dia 5 de Dezembro, à 1 hora da madrugada. É enterrado no dia seguinte, numa vala comum do cemitério de Saint Marx de Viena.
publicado por armando ésse às 11:33
Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
12
13
14

15
16
17
20
21

24
25

29


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO