A FÁBRICA

Maio 25 2006
Sejamos claros: Se Portugal é um país voltado para o Atlântico, Espanha invadiu-nos por trás. É uma canzana que ainda hoje dói no Portalegre de cada um (fabulosa analogia anal!). Serve isto para introduzir o tema que hoje vou tratar: o sexo em Portugal.
Por entre os brandos costumes, o português comum não para de pensar em sexo. Na verdade, depois de um pequeno inquérito por mim efectuado a duas pessoas residentes em Mondim de Basto, conclui que o comum cidadão trocaria a sua vida actual por uma dose de sexo industrial e duas latas de atum. Este priapismo lusitano tem duas faces: a masculina e feminina.

O homem sexual português:

Este espécimen é adepto da linguagem frontal. O seu grande sonho é encontrar mulheres semi-inconscientes que utilizem com frequência diária a expressão “Penetra-me na varanda”. Porém, esta aparente virilidade detém-se quando falamos do acto propriamente dito. O homem português é fã do legado missionário, posição que pratica com invariável mecânica, se possível com uma sandes de chouriço ferrada entre os dentes. E sim: o sexo e a comida são, para o descendente de Viriato, a mesma coisa. Berrar e grunhir, pelo contrário, estão totalmente reservados ao futebol. Assim quando ouvir um homem gemer, provavelmente a culpa é do Ronaldo ou do Figo.

P.S. – Para o homem, 69 é mais do que um simples ano em que não houve campeonato do mundo de futebol

A mulher portuguesa e o sexo:

No que toca ao género feminino tudo é diferente. Na mulher o ímpeto não está à superfície (encontra-se encoberto por pilosidades). Para ela o sexo é um casino, sendo elas o croupier, a roleta e o próprio baralho de cartas. A sedução é uma espécie de jogo constantemente no intervalo até que a mulher sopre o apito (mais uma brilhante alusão sexual!). A fêmea reserva a si o direito constitucional no que diz respeito às relações. Adora fins-de-semana românticos recheados de luxos e imploração. Eis algumas frases que o raçudo lusitano deve evitar dizer a uma mulher para obter sexo:

- Viste a vaselina?
- Telefonei para a Abanderado e eles dizem que já não fazem XXXL há dois anos
- Ou te despes ou masturbo-me
- Ordenha-me
- Tira-me um galão

Já agora, a roleta sexual é a única na qual o jogador pode usar mais do que uma bola sem ser penalizado por isso.
publicado por armando ésse às 15:42

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Maio 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
12

17
19
20

21
22
23
26
27

28
30


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO