A FÁBRICA

Agosto 30 2007

Fotografia de John Dominis
A insatisfação que existia entre os negros americanos atingiu o rubro com o assassinato do Reverendo Martin Luther King, em Abril de 1968, dando força ao Black Power e aos Black Panthers, que defendiam a luta armada. Crescia a resistência ao serviço militar e à Guerra do Vietnam. No mundo inteiro eram feitas manifestações nas universidades e nas ruas. O sociólogo Harry Edwards incitou os atletas negros a boicotarem os Jogos Olímpicos do México em 1968, como protesto contra as desigualdades nos direitos civis nos Estados Unidos da América. O boicote não foi avante. Edwards, porém, conseguiu influenciar muitas pessoas, incluindo Tommie Smith e John Carlos, colegas de atletismo da Universidade de San José, na Califórnia. Ambos subiram ao pódio, em primeiro e terceiro lugar, respectivamente, na prova dos 200 metros. Descalços subiram ao pódio, usando crachás de apoio ao Projecto Olímpico pelos Direitos Humanos, projectado por Harry Edwards. Ouviram o hino nacional com os punhos fechados e as mãos cobertas por luvas, a saudação típica dos Black Panthers. "Esta é uma vitória dos povos negros de todos os lugares da Terra", disse Tommie Smith. Tommie Smith e John Carlos foram expulsos dos Jogos, mas o seu gesto teve muitíssimo impacto. O medalha de prata, o velocista australiano Peter Norman, também pôs ao peito um crachá do Movimento.
publicado por armando ésse às 13:18

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Agosto 2007
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO