A FÁBRICA

Fevereiro 01 2008

Apresentação: Bob Hope e Conrad Nagel

Auditório: The RKO Pantages Theatre (Hollywood) e The NBC Century Theatre (Nova Iorque)

Filme: The greatest show on earth, de Cecil B De Mille

Realizador: John Ford, por The quiet man

Actor: Gary Cooper, por High Moon

Actriz: Shirley Booth, por Come back little Sheba

Actor Secundário: Anthony Quinn, por Viva Zapata!

Actriz Secundária: Gloria Grahame, por The bad and the beautiful

História: Frederick M. Frank, Theodore St. John e Frank Cavett, por The greatest show on earth

Argumento: Charles Schnee, por The bad and the beautiful

História e Argumento: T. E. B. Clarke, por The lavender hill mob

Fotografia: Robert L. Surtees, por The bad and the beautiful (P/B); e Winton C. Hoch e Archie Stout, por The quiet man (Cor)

Direcção Artística: Cedric Gibbons e Edward Carfagno, por The bad and beautiful (P/B); e Paul Sheriff, por Moulin Rouge (Cor)

Som: Departamento de som da London Films, por Breaking the sound noon

Canção: Dimitri Tiomkin (música) e Ned Washigton (letra), por “High Noon (do not forsake me, oh my darling”, em High noon

Banda Sonora (Filme Dramático ou Comédia): Dimitri Tiomkin, por High noon

Banda Sonora (Filme Musical): Alfred Newman, por With a song in my heart

Montagem: Elmo Williams e Harry Gerstad, por High noon

Vestuário:Helen Rose, por The bad and the beautiful (P/B); e Marcel Vertes, por Moulin Rouge (Cor)

Efeitos Especiais: Departamento de efeitos especiais da Mgm, por Plymouth adventure

Curta-metragem de uma bobina: Light in the window: The art of Vermeer, de Boris Vermont

Curta-metragem de duas bobinas: Water birds, de Walt Disney

Curta-metragem de Animação: Johan Mouse, Fred Quimby

Curta-metragem Documental: Neighbours, de Norman McLaren

Longa-metragem documental: The sea around us, de Irwin Allen

Memorial Irving G. Thalberg: Cecil B. DeMille

Prémios especiais: Jeux Interdits, de René Clement, considerada a mais destacada produção estrangeira estreada nos EUA este ano; George Alfred Mitchell, pelo desenho e desenvolvimento da câmara de filmar que tem o seu nome: Joseph M. Schench, pelos seus distinguidos serviços à indústria do cinematográfica; Merian C. Cooper, pelas suas inovações na cinematografia; Harold Lloyd, pela extraordinária contribuição que deu ao cinema cómico; e Bob Hope, pela sua contribuição à indústria cinematográfica.
publicado por armando ésse às 15:30
Tags:

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Fevereiro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9


19
20
21
22
23



pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO