A FÁBRICA

Março 02 2006

Com o fim da Segunda Guerra Mundial acabou a hegemonia da Europa no mundo. Duas potências dividiram a herança: Estados Unidos da América e União Soviética. Tendo como base a disputa pela hegemonia mundial entre as duas potências, a guerra fria estenderar-se-á por mais de 40 anos. Com sistemas sociais e políticos opostos, armas nucleares e políticas de conquista da hegemonia mundial, Estados Unidos e União Soviética mantiveram o mundo sob a ameaça de uma guerra nuclear. O senhor de quem se fala, é o principal protagonista, juntamente com o homólogo americano, Ronald Reagan, pelo fim da mesma. Mikhail Sergeevich Gorbachev, nasceu a 2 de Março de 1931, filho de Sergei Andreevich e Maria Panteleyvna, foi o último secretário-geral do Comité Central do Partido Comunista da União Soviética de 1985 a 1991. As suas tentativas de reforma terminaram com o poderio do Partido Comunista da União Soviética, levando, mesmo, à dissolução da União Soviética. Estudou direito na Universidade de Moscovo, onde em Junho de 1955 se forma em Direito. Entretanto tinha conhecido Raisa Maksimovna, com a qual se tinha casado em 25 de Setembro de 1953.Mikhail Gorbachev inscreveu-se no Partido Comunista em 1952 com 21 anos de idade. Entre 1955 e 1979 desempenha várias funções no Governo do seu Distrito natal, Stavropol. Em 1970 foi nomeado Primeiro Secretário da Agricultura e, no ano seguinte, foi eleito membro do Comité Central no XXIV Congresso do partido.. Em 1972, dirigiu uma delegação soviética à Bélgica e, dois anos mais tarde, em 1974, tornou-se representante do Soviete Supremo. No dia 1 de Março de 1978 recebe a Medalha da Revolução de Outubro e é promovido a Secretário do Comité Central, responsável pela agricultura. Entra para o Politburo em 17 de Novembro de 1979, onde recebeu a protecção de Yuri Andropov, o poderoso chefe do KGB e também natural de Stavropol. Com a morte de Brejhnev em 10 de Novembro de 1982, Yuri Andropov torna-se Secretário Geral do PCUS e promove Mikhail Gorbachev a seu delfim. Com a morte de Andropov em 9 de Fevereiro de 1984, sucede-lhe Chernenko e Mikhail Gorbachev torna-se o numero dois do Partido e é eleito Presidente do Soviete Supremo para a Comissão dos negócios estrangeiros. Com a morte a 10 de Março de Chernenko, Mikhail Gorbachev é eleito Secretário Geral do Comité Central do PCUS, nomeado por Gromyko. Tornando-se na prática o Presidente da União Soviética, tenta reformar o partido, que dava então mostras de decadência, ao apresentar o seu projecto que se resumia nas expressões glasnost (“abertura”) e perestroika (“reestruturação”) e que foi no apresentado no XXVII Congresso do Partido Comunista Soviético em Fevereiro de 1986. Entretanto neste ano de 1986, diversos acontecimentos levam Gorbachev, a separar-se das doutrinas de Brejhnev. Em 25 de Abril de 1986, dá-se a explosão de Chernobyl, que o levam às negociações na Islândia, para redução do arsenal nuclear, com Ronald Reagan. Em Dezembro desse ano liberta Sakharov, que estava exilado em Gorky desde os anos setenta. Em 1988, Gorbachev anuncia que a União Soviética abandonava oficialmente a Doutrina Brejhnev, ao admitir que a Europa de Leste adoptasse regimes democráticos, se desejassem. Isto levou à corrente de revoluções de 1989, nos países de Leste. Neste mesmo ano a União Soviética retira as suas tropas do Afeganistão e em Novembro dá-se a queda do muro de Berlim. Terminava assim a Guerra Fria, o que justificou a atribuição do Prémio Nobel da Paz a Gorbachev em 15 de Outubro de 1990. Gorbachev foi eleito em 15 de Março de 1990, para um mandato de cinco anos como presidente executivo com mais poderes. Os seus planos de reforma económica no país não conseguiram evitar uma crise de produtos alimentares no Inverno de 1990-1991 e o seu desejo de preservar uma única URSS centralmente controlada deparou-se com a resistência das repúblicas soviéticas que pretendiam uma maior independência. Em 23 de Abril de 1991 assina um Tratado de União com 9 outras Repúblicas que não querem sair da URSS, criando a CEI, contudo, a democratização da URSS e dos países de Leste, ao levar à perda de poder do Partido Comunista, conduziu à situação que culminou com o Golpe de Agosto de 1991, como objectivo de o retirar do poder. Durante este tempo foi sequestrado durante três dias (de 19 a 21 De Agosto) na sua casa de férias na Crimeia, antes de ser libertado e reaver o poder. Na sequência desta tentativa falhada de golpe de estado levada a cabo por homens da linha dura, a aceitação internacional da independência dos estados bálticos e os avanços rápidos em direcção à independência verificados noutras repúblicas levaram a que a base de poder de Gorbachev como presidente soviético ficasse grandemente enfraquecida. Nessa altura, Boris Yeltsin começava a receber mais apoios em detrimento de Gorbachev. Este viu-se obrigado a demitir um grande número de membros do Politburo e, em vários casos, houve ordem de prisão. Pouco depois do seu regresso ao poder, Gorbachev foi obrigado a abandonar a liderança do partido, a renunciar ao comunismo como doutrina do estado, a suspender todas as actividades do partido comunista (incluindo os seus órgãos mais poderosos, o Politburo e o Secretariado) e a delegar muitos dos seus poderes centrais nos estados. Durante os meses seguintes, esforçou-se por obter um acordo sobre o tratado de união por ele proposto, na esperança de evitar a desintegração da União Soviética, mas não conseguiu manter o controlo da situação e, em 25 Dezembro 1991, demitiu-se da presidência e entregou o poder a Boris Ieltsin levando ao colapso da União Soviética. Criou a Fundação Gorbachev em 1992. Em 1993, fundou também a Cruz Verde Internacional. Foi um dos principais promotores da Carta da Terra, em 1994. Tornou-se, igualmente, membro do Clube de Roma. Em Novembro de 1999, Mikhail Gorbachev foi distinguido com uma alta condecoração alemã pelo seu contributo para a unificação da Alemanha. A 26 de Novembro de 2001, Gorbachev fundou, igualmente, o Partido Social Democrata Russo. Resignou como líder partidário em Maio de 2004 em consequência de desacordos com o presidente do partido em relação às posições tomadas durante as eleições de Dezembro de 2003, que elegeram Putin.
Faz hoje 75 anos. Nasdrovie, Tovarich!
publicado por armando ésse às 13:29
Tags:

mais sobre mim
Março 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
15
18

19
20
22
23
24

26
27
28
29
30


pesquisar
 
blogs SAPO