A FÁBRICA

Agosto 05 2005

Para que a bomba atómica fosse lançada sobre o Japão, as Forças Armadas dos Estados Unidos criaram com elementos seleccionados entre várias unidades, o 509º Grupo Aéreo, composto de cerca de 1.500 homens entre oficiais e praças. Para comandar o Grupo, foi escolhido o Coronel Paul Tibbets Jr. Experimentado piloto de 29 anos que na Europa, em missões sobre a Alemanha, já se tinha revelado competentíssimo piloto de bombardeiro de primeira classe.
Em Fevereiro de 1945, o Grupo 509 começou a realizar exercícios especiais, inteiramente diferentes daqueles que até então a Força Aérea Americana vinha ministrando. Os exercícios de bombardeamento, faziam-se sempre a 9 mil metros de altura, cada avião não lançava mais que uma bomba de 4.335 kg. Insistiam muito em efectuar tais bombardeamentos a olho nu. Isso intrigava os pilotos veteranos, diga-se de passagem que ninguém do Grupo 509º, com excepção do próprio Tibbets, sabia para que missão estava sendo treinada.
O treino com uma única bomba evidentemente, simulava o eventual voo, para o ataque atómico. Em tal caso a tripulação não poderia de modo algum errar o alvo e não se poderia confiar num bombardeamento orientado “pelo”radar”.
Nos últimos dias de Abril de 1945, o Grupo 509º foi transferido para a ilha de Tinian pequena e inóspita, no Arquipélago das Marianas, no meio do Pacífico. Ali no dia 5 de Agosto de 1945, um dos B-29, o Enola Gay, baptizado pelo comandante Coronel Paul Tibbets Jr em homenagem a sua mãe, foi escolhido para lançar a primeira bomba atómica.
No dia seguinte, 6 de Agosto de 1945 poucos minutos antes de o Enola Gay descolar, descolou de Tinian, sob o comando do Coronel Claude Eatherly o Straight Flush avião de observação meteorológica, que teria a missão de informar o Enola Gay em que ponto do Japão deveria ser lançado a bomba atómica. Às 6h40 minutos já tinham três opções para o lançamento da bomba: as cidades de Nokura, Nagasaqui e Hiroxima.
Às 7h47 de 6 de Agosto de 1945 são verificados pela última vez, todos os circuitos do Enola Gay. Doze minutos depois o Coronel Paul Tibbets avista Hiroxima. A manhã é clara, com raríssimas nuvens no céu. Às 8h 15 minutos, o Major Tom Ferebec, enquadra no visor de sua mira uma ponte sobre o rio Ota, que corta Hiroxima.
Ao aproximar-se de Hiroxima o B-29 voava a mais de 9 mil metros, mas, para lançar a bomba, teve que descer até 4.550 metros. Após o lançamento como fora instruído o Coronel Tibbets teria de se afastar imediatamente do alvo, para não ser apanhado pelas ondas de choque provocadas pela explosão da bomba atómica. Às 8h15 minutos, a bomba a que levava o nome de Litle Boy é lançada da Superfortaleza voadora B-29, quarenta e três segundo depois Hiroxima já é um mar de chamas.
E quando as chamas começaram a apagar-se cedendo lugar a uma espessa e corrosiva chuva negra, os sobreviventes da cidade além de chorar os seus cerca de oitenta mil mortos, verificaram, cheios de espanto e terror, que Hiroxima havia simplesmente desaparecido.
A bordo do Enola Gay, ao olhar o aterrorizante cogumelo de fogo e cinza que se erguia a centenas de metros, o Capitão Robert Lewis, co-piloto do Coronel Tibbets murmurou:
“Meu Deus, que fizemos”.
Cerca de 92% dos edifícios e casas foram destruídas num raio de 4 kms. Criou uma luminosidade que cega e em queda uma bola de fogo com uma temperatura no núcleo de cerca de um milhão de graus. A bola de fogo expandiu-se de 25,6 metros para 256 de diâmetro num segundo, criando uma enorme onda de explosivos e em seguidas ondas de abalos. Ventos de 1600 quilómetros/hora e poeira são sugados para cima e criam nuvens em forma de cogumelo, que espalha detritos radioactivos. Entre 70 mil e 80 mil pessoas terão morrido instantaneamente. Milhares de vítimas que estavam queimadas, mutiladas, cegas pelo clarão da explosão, vagavam entre os cadáveres calcinados e uma quantidade incalculável de escombros, procurando desesperadamente socorro.
No dia 9 de Agosto seria lançada nova bomba atómica, alcunhada de Fat Man, desta feita em Nagasaqui.
O Japão rendeu-se incondicionalmente no dia 15 de Agosto, terminando com isso a Segunda Guerra Mundial.
publicado por armando ésse às 15:04

mais sobre mim
Agosto 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9

20

21
22



pesquisar
 
blogs SAPO