A FÁBRICA

Abril 26 2005


Em 26 Abrilde 1986, o mundo acorda para o pesadelo dos desastres nucleares .Às 01h23 da manhã, explode o reactor número quatro do complexo nuclear de Chernobyl, na União Soviética. O incêndio provoca a destruição parcial do coração do reactor que, no momento, funcionava a apenas sete por cento da sua potência normal, pois encontrava-se em fase de descarga-recarga de combustível. Às 01h27 os bombeiros da central começam a atacar o incêndio. 50 corporações de bombeiros combatem o incêndio. Às 02h15, as autoridades de Pripiet (localidade mais próxima) interditam a região num raio de 15 quilómetros. Entretanto, a estação meteorológica mais próxima regista um aumento anormal de radioactividade. No dia 27, o incêndio já está extinto. Às 14h00 começa a evacuação de 40 mil pessoas em 1100 autocarros, formando uma coluna de 27 quilómetros. Na Ucrânia, as autoridades estendem o perímetro de segurança para 30 quilómetros. No dia 28, o ministro sueco da energia e o ministro do ambiente da Dinamarca solicitam à União Soviética explicações sobre a origem da poluição radioactiva detectada. Faz-se a evacuação dos habitantes num raio de 30 quilómetros da central. Às 21h00, a agência noticiosa soviética, TASS, emite um comunicado do Conselho de Ministros da União Soviética, admitindo um acidente nuclear em Chernobyl. A nuvem radioactiva afectou principalmente a Ucrânia, Finlândia, Escandinávia, Polónia, Alemanha Ocidental e Oriental e França.


LER TAMBÉM: Desastre Nuclear de Tchernobil
publicado por armando ésse às 07:24

De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 



mais sobre mim
Abril 2005
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
15

18

24
25
27
28


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO